Vitrine Tecnológica

Química

produção de biodiesel a partir de óleos usados ou óleos ácidos


Processo de produção de biodiesel em duas etapas: adsorção reativa de ácidos graxos e transesterificação. Os adsorventes reativos são nanopartículas suportadas em materiais mesoporosos.

O que é?


Processo de produção de biodiesel em duas etapas: adsorção reativa de ácidos graxos e transesterificação. Os adsorventes reativos são nanopartículas suportadas em materiais mesoporosos. A tecnologia permite a produção eficiente de biodiesel a partir de óleos ácidos, tais como os resíduos de óleo de fritura e de outras oleaginosas tais como palma, pinhão manso, babaçu, mamona e macaúba.

Inventores


Rochel Montero Lago
Adriana Barbosa Salviano
Marcos Roberto do N. Pereira
Thérèse Cibaka Ebambi
Ana Paula de C. Teixeira
Sara Silveira Vieira
Maria Helena. de Andrade
Arilza de Oliveira Porto

Estágio de Desenvolvimento


Intermediário (Testes de laboratório)

Vantagens


Dispensa lavagem/purificação do óleo para remoção dos ácidos graxos;

Maior eficiência na remoção de ácidos graxos livres quando comparado com os outros materiais;

Fácil remoção do adsorvente;

Produção de biodiesel utilizando matérias-primas de baixa qualidade.

Propriedade Intelectual


Titular (es): UFMG

Nº da PI : BR1020170168360

Objetivo da UFMG

Licenciamento ou parceria de desenvolvimento

Voltar à Vitrine Tecnológica
UFMG